Make your own free website on Tripod.com

Chojun Miyagi

 

Sucessor de Kanryo Higaonna, a partir de 1916.Empreende numerosas viagens, nomeadamente à China, para se aperfeiçoar, e a partir de 1928 ao Japão para assegurar a difusão do "te", sobretudo na zona de Kansai (Kyoto, Osaka, Hyogo, etc.).

Em 1935 obtém o título Kyoshi do Butokukai e, de regresso a Okinawa, funda o Goju-Ryu.
Em 1888 nasce Chojun Miyagi em Naha, no seio de uma família de ricos comerciantes.

Aos 14 anos, ao ingressar no liceu, começa a estudar "te" sob a direcção de Kanryo Higaonna,.
Com a saída do liceu passa a ocupar-se dos negócios da família continuando a praticar o karate. Aos 20 anos casa-se.

As suas qualidades excepcionais são apreciadas por Kanryo Higaonna que o considera como o seu sucessor.

Entre 1909 e 1911 cumpre o serviço militar. Logo após pensa em partir para o Hawai a fim de montar uma empresa de pesca, num local onde estavam já estabelecidos emigrantes provenientes de Okinawa. A pedido do seu, Mestre Higaonna, acaba porém por renunciar a este projecto para ir estudar a arte de combate na China. Em Novembro de 1915, parte então para Foochow na província de Fujian, para uma estadia de alguns meses, período durante o qual estuda Chugoku Kempo.

Em 1915 o seu mestre Kanryo Higaonna morre, sem deixar família. Miyagi, no seu regresso, encarrega-se das cerimónias fúnebres e torna-se o seu sucessor directo.
Contando apenas 28 anos de idade, decide unir esforços com o seu amigo Kenwa Mabuni, para continuar a aprender e evoluir. Criam assim um grupo para a investigação e prática do Karate
,Passa então a ensinar no Centro de Treino da Polícia de Okinawa, na Escola Comercial da Cidade de Naha, na Escola Normal de Okinawa e no Centro de Recreação e Saúde de Okinawa, entre outros locais.

A partir deste período Miyagi fez numerosas viagens não só para se aperfeiçoar mas também para difundir o karate. Retorna por diversas vezes a Fujian e também a Pequim, passando ainda pela Coreia. Paralelamente empreende uma dezena de viagens ao centro do Japão, para assegurar a difusão do karate e formar alunos

Em 1928 Miyagi viaja para o Japão e passa a ensinar karate na Universidade Imperial de Kyoto, na Universidade de Kansai e na Universidade de Ritsumeikan, em Kyoto.

Em 1933, em resultado dos seus esforços, o Karate é reconhecido pela primeira vez pela Dai Nippon Butokukai como uma das Artes do Budo japonês. Em consequência, em 1934, Miyagi torna-se membro permanente da Secção de Okinawa daquela organização.

Em Março de 1935 a Butokukai concede o grau de Kyoshi a Chojun Miyagi. Trata-se de uma graduação excepcional já que o normal seria a graduação em 3º grau (Renshi), graduação que seria obtida cerca de 3 anos mais tarde pelos fundadores das três outras grandes escolas de karate.

Ainda nesse ano, de regresso a Okinawa, decide nomear a sua escola Goju-Ryu, tomando como base o terceiro dos "Oito preceitos da arte do combate" contidos no Bubishi - o livro tradicional do Naha-te.
Em 1936, o Ministério da Educação Japonês concede a Miyagi a "Medalha de Excelência em Artes Marciais" e nesse mesmo ano ele decide estudar Artes Marciais Chinesas em Changai.
Em 1937 passa a liderar uma associação criada pela Butokukai para inspeccionar e regular o karate em todo o território japonês.

Em 1946 Chojun Miyagi é nomeado Membro Oficial da Associação Atlética Democrática de Okinawa.
A 8 de Outubro de 1953, Chojun Miyagi morre, em Naha, vítima de um ataque cardíaco.

 

Início             Voltar