Make your own free website on Tripod.com

Jion

(Gratidão e Piedade)

 

O nome do kata jion faz referência a um templo budista, os termos ji e on têm significados particulares que podem ser resumidos em gratidão e piedade. O termo ji significa amor universal, delicado, gentil e o termo on significa amor, benevolência, bondade.

No kata jion demonstra-se maturidade e equilíbrio espiritual na aplicação dos movimentos como um Buda, movimentos tranqüilos; é uma energia do espírito contida como brasa (como um fogo interno que arde em cada andarilho do caminho das mãos vazias), essência do avanço com rotação em movimentos de oportunidade. Diferente do kata bassai e kanku onde se apresenta grande força física e velocidade nos movimentos.

O jion é um kata que tem sua origem no estilo Shorei-ryu, que é baseado no estilo Shorin-Ryu (Shaolin), um estilo de Okinawa-te de originalmente Chinês. O estilo Shorei-ryu é por sua vez um dos estilos em que se baseia o estilo Shotokan. Isso nos mostra a provável “idade” do kata jion, mais antigo que o próprio estilo shotokan. Evidentemente ele veio sendo alterado como o passar de todos estes anos.

O jion é, juntamente com o kanku-dai, um dos shitei kata para o estilo shotokan nomeados pela WKF.

O kata jion traz pontos interessantes de se observar como, por exemplo, uma seqüência de shuto-age-uke/age-uke/gyako-zuki em zenkutsu-dachi, não podendo chegar com o gyako-zuki após a finalização da base. Outros pontos são a seqüência de jodan-juji-uke/uraken-uchi com age-uke/jun-zuki com gaiwan-nagashi-uke/ossae-uke com ura-zuki; seqüência de fumi-komi-geri/otoshi-uke; tsukami-uke antecedendo um yumi-zuki. Talvez pontos mais importantes deste kata sejam: o exercício de avanço com rotação e giro do corpo.

O jion possui dois pontos para a realização de kiai, o primeiro kiai é realizado no thudan-oi-zuki e o segundo kiai é realizado no tsukami-uke/jun-zuki. Ele possui 47 kyodos (movimentos) e leva aproximadamente 75 segundos para ser totalmente realizado.