Make your own free website on Tripod.com

Tekki Shodan

(cavaleiro de aço nível um)

            O tekki shodan é o primeiro kata de uma serie que possui ao todo 3 katas. Esta serie era originalmente chamada de Naihanchi um nome que ainda hoje é usado em outros estilos de karate.

             Considerado ser um kata de origem chinesa, esse kata faz introdução a técnicas severas exclusivamente secretas como chutes facilmente identificados pelo gesto como o nami-gaeshi (a onda que volta). Ele é supostamente o mais fácil entre os três tekki para familiarizar o praticante com o sistema shotokan onde associado ao treinamento dos outros, mas para facilitar o próximo da ordem e introduzindo o restante das três partes da série tekki praticado hoje para simplificar o treinamento. Sensei Gichin Funakoshi trocou o nome particular deste kata de naihanchi para tekki shodan quando ele introduziu a arte do karate no Japão simplificando o nome para ser mais aceito, pois o povo japonês não daria muita atenção a algo relacionado com o dialeto interiorano de Okinawa.

             Como todos os kata da série tekki o tekki shodan (antes naihanchi) foi introduzido no To-de por Sokon (Bushi) Matsumura um antigo samurai fundador do shorin-ryu considerado o maior artista marcial de sua época.

             O tekki shodan foi desenvolvido para o fortalecimento da base, para isso é importante que a base seja forte e estável. A atitude do praticante também deve ser de determinação e estabilidade não demonstrando nenhuma fraqueza. Outro ponto é o aprimoramento da capacidade de gerar forca para golpes em kiba-dachi. Para essas técnicas especiais de chutes, como o chute nami-gaeshi (a onda que retorna) os quadris precisam estar bem posicionados.

            Existem dois pontos de kiai no tekki shodan o primeiro kiai é feito no tetsui-uchi/ kagi-zuki para a esquerda o segundo kiai é feito quando este golpe se repete para a direita

O tekki shodan possui 29 kyodos (movimentos) e leva em torno de 40 segundos para ser executado.